Habitação da tarântula

Ir em baixo

Habitação da tarântula Empty Habitação da tarântula

Mensagem por Admin em Dom Ago 07, 2011 2:08 pm

Habitação

Sempre foi um desafio para os iniciantes.

- Contentor: Este pode ser de tamanhos e materiais variados. Será assumido que os iniciantes estão interessados em que o animal esteja exposto e bem visível.
O recipiente deve ser feito de um plástico transparente, (de acrílico, por exemplo), ou de vidro. Não significa que um simples tupperware não funcione, mas diminui a visibilidade e a estética da exposição do animal.
Qualquer recipiente que seja usado deve ter forma de passagem de ar não só para fornecer oxigénio ao animal, mas também para existir escape de vapor de água. Há espécies que precisam de um maior fluxo de ar que outras, mas regra geral, para manter a humidade no terrário por mais tempo o fluxo de ar deve ser diminuído.

As dimensões mínimas do recipiente devem ser duas vezes o comprimento da tarântula de pata a pata.
Não existe máximo de dimensões do recipiente, mas deve ser tido em conta que quanto maior o terrário, mais difícil é visualizar a tarântula e menor é a probabilidade da tarântula encontrar o seu alimento, o que diminui o controlo sobre as condições de vida do animal.

Deve também ser tido em conta se a aranha é terrestre, ou se é arborícula, pois isso vai influenciar o tipo de terrário a ser usado. Se for terrestre precisa de maior área no chão, se arborícula precisa de mais altura no recipiente.

- Substrato: Vai depender também da espécie, mas os mais usados são o pinho, a vermiculite e o húmus. O pinho e vermiculite retêm menos a humidade por isso podem ser usadas em espécies que necessitem menos dela, o húmus contém mais, e por isso deve ser utilizado em espécies que necessitem de mais humidade.

- Fonte de água: As tarântulas devem ter água disponível. Para as mais pequenas, uma carica ou uma tampa de sumo é perfeitamente indicada. Para uma maior existem à venda recipientes próprios para colocar água, uma tampa maior também pode ser utilizada.
Para manter o ambiente húmido basta pulverizar algumas vezes por semana o terrário, dando mais atenção à sua parte fria, dado que a quente secará.

Idealmente um terrário deve ter uma parte quente e uma parte fria, permitindo a deslocação do animal, dentro do terrário, para a temperatura que mais lhe agradar.

A parte quente pode ser obtida através do aquecimento dessa região utilizando um tapete de aquecimento.

- Esconderijo: As tarântulas são noctívagas e, tendem a evitar a luminosidade, principalmente quando se sentem ameaçadas (por exemplo, quando escapam do seu terrário ou foram manipuladas, vão procurar sítios escuros). Por isso deve existir um esconderijo, no terrário da tarântula. Uma casca de coco ou um vaso virado ao contrário com uma entrada, ou mesmo uma caixa de cartão servem para o efeito.

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Admin
Admin

Mensagens : 5
Data de inscrição : 03/08/2011

https://aviculariapt.directorioforuns.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum